AVISO / AVIZO

Links com defeito envie mensagem para esperantocaucaia.cek@gmail.com

Ligilo kiu ne funkcios sendu mesaĝo al esperantocaucaia.cek@gmail.com



KIOM DA HOMOJ PAROLAS ESPERANTON EN LA MONDO

Quantas pessoas falam Esperanto no mundo? Não há uma estatística, mas sabe-se que a língua é falada em 120 países, pois a revista Esperanto da Associação Mundial (Universala Esperanto-Asocio) tem leitores em 120 países. Alguém assinaria uma revista só para ver as as imagens? Eu assino para me informar das atividades da língua nos cinco continentes.Para ter uma idéia de quantas pessoas falam o Esperanto, foi criada uma página. Se você fala Esperanto assine a petição e se quiser deixe um comentário, em Esperanto, é claro.

http://www.thepetitionsite.com/1/esperanto-parolantoj-en-la-mondo/



Kiom da homoj parolas Esperanton en la mondo. Ne estas statistiko, sed oni scias ke, la lingvo estas parolata en 120 landoj, ĉar la revuo Esperanto de la Universala E-Asocio estas abonata en 120 landoj. Ĉu iu abonus gazeton nur por vidi la bildojn? Mi abonas ĝin por informiĝi pli la agadoj de la lingvo en la 5 kontinentoj.

Por havigi ideon pri kiom da homoj parolas Esperanton, estis kreita paĝon. Se vi parolas Esperanton subskribu la peticion.

http://www.thepetitionsite.com/1/esperanto-parolantoj-en-la-mondo/

França importa do Brasil livros didáticos de Esperanto

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

A Federação Francesa de Esperanto importou nesta semana do Brasil 45 exemplares do livro Esperanto por Lernejaj Klasoj, volumes 1 e 2 e respectivos CDs de áudio, do Professor Josias Barboza, de Brasília.
Influenciaram muito na escolha as caraterísticas técnicas e pedagógicas do conjunto didático, apropriadas para aprendizado grupal unilíngue.
Prevê-se uma importação maior em decorrência de dois acontecimentos auspiciosos para o ensino do Esperanto em grande escala na França. Recentemente o ministro da educação francês decretou que para se conseguir emprego no país na área do ensino o candidato tem que ter certificado de proficiência em duas das línguas reconhecidas pelo Conselho Europeu, entre elas o esperanto. Esse novo certificado é o do Quadro Comum de Referência Europeu de Línguas – KER.
O outro acontecimento auspicioso é a petição popular em andamento para a inclusão do esperanto entre as línguas exigidas para o bacharelado em qualquer curso na frança, a exemplo do que já ocorre na Hungria. Essa petição é encabeçada por inúmeros deputados, senadores e renomados intelectuais franceses e tem tudo para dar certo em curto prazo.
Mais informações sobre esse material didático podem ser obtidas em esperanto nos sites www.lernejajklasoj.net
www.edukado.net
http://sezonoj.ru/2011/08/recenzo/

Informou: Josias Barboza

0 comentários:

 

Posts Comments

©2006-2010 ·TNB