AVISO / AVIZO

Links com defeito envie mensagem para esperantocaucaia.cek@gmail.com

Ligilo kiu ne funkcios sendu mesaĝo al esperantocaucaia.cek@gmail.com



KIOM DA HOMOJ PAROLAS ESPERANTON EN LA MONDO

Quantas pessoas falam Esperanto no mundo? Não há uma estatística, mas sabe-se que a língua é falada em 120 países, pois a revista Esperanto da Associação Mundial (Universala Esperanto-Asocio) tem leitores em 120 países. Alguém assinaria uma revista só para ver as as imagens? Eu assino para me informar das atividades da língua nos cinco continentes.Para ter uma idéia de quantas pessoas falam o Esperanto, foi criada uma página. Se você fala Esperanto assine a petição e se quiser deixe um comentário, em Esperanto, é claro.

http://www.thepetitionsite.com/1/esperanto-parolantoj-en-la-mondo/



Kiom da homoj parolas Esperanton en la mondo. Ne estas statistiko, sed oni scias ke, la lingvo estas parolata en 120 landoj, ĉar la revuo Esperanto de la Universala E-Asocio estas abonata en 120 landoj. Ĉu iu abonus gazeton nur por vidi la bildojn? Mi abonas ĝin por informiĝi pli la agadoj de la lingvo en la 5 kontinentoj.

Por havigi ideon pri kiom da homoj parolas Esperanton, estis kreita paĝon. Se vi parolas Esperanton subskribu la peticion.

http://www.thepetitionsite.com/1/esperanto-parolantoj-en-la-mondo/

Esperanto é destaque na Bienal do Livro do Rio de Janeiro

terça-feira, 13 de setembro de 2011

       O movimento esperantista participa ativamente da XV Bienal do Livro do Rio de Janeiro. De 1º a 11 de setembro, a Editora Lorenz expõe e comercializa suas mercadorias no interior do estande das Edições CELD. Os visitantes têm acesso a inúmeros títulos espíritas escritos em português e em esperanto, bem como a obras didáticas sobre a língua internacional neutra. Nesta terça-feira, dia 06/09, a Rádio Rio de Janeiro transmitiu um flash ao vivo, direto do local, no horário do programa Esperanto, a Língua da Fraternidade. Na ocasião, a repórter Julieta Dulce entrevistou um jovem esperantista que passava no momento, além de conversar com o escritor José Carlos Leal, autor dos livros O Romance de Zamenhof e O Homem que sabia de mais. Segundo relatos dos entrevistados, o público tem-se mostrado favorável aos ideais do esperanto. Porém, um grande número sequer tem conhecimento d o assunto. Esta é a primeira vez que o movimento esperantista toma parte ativamente nas Bienais do Livro do Rio de Janeiro.

Informou: Fabiano Henrique
Niterói - RJ

0 comentários:

 

Posts Comments

©2006-2010 ·TNB