AVISO / AVIZO

Links com defeito envie mensagem para esperantocaucaia.cek@gmail.com

Ligilo kiu ne funkcios sendu mesaĝo al esperantocaucaia.cek@gmail.com



KIOM DA HOMOJ PAROLAS ESPERANTON EN LA MONDO

Quantas pessoas falam Esperanto no mundo? Não há uma estatística, mas sabe-se que a língua é falada em 120 países, pois a revista Esperanto da Associação Mundial (Universala Esperanto-Asocio) tem leitores em 120 países. Alguém assinaria uma revista só para ver as as imagens? Eu assino para me informar das atividades da língua nos cinco continentes.Para ter uma idéia de quantas pessoas falam o Esperanto, foi criada uma página. Se você fala Esperanto assine a petição e se quiser deixe um comentário, em Esperanto, é claro.

http://www.thepetitionsite.com/1/esperanto-parolantoj-en-la-mondo/



Kiom da homoj parolas Esperanton en la mondo. Ne estas statistiko, sed oni scias ke, la lingvo estas parolata en 120 landoj, ĉar la revuo Esperanto de la Universala E-Asocio estas abonata en 120 landoj. Ĉu iu abonus gazeton nur por vidi la bildojn? Mi abonas ĝin por informiĝi pli la agadoj de la lingvo en la 5 kontinentoj.

Por havigi ideon pri kiom da homoj parolas Esperanton, estis kreita paĝon. Se vi parolas Esperanton subskribu la peticion.

http://www.thepetitionsite.com/1/esperanto-parolantoj-en-la-mondo/

Problemas de saúde afetam dirigentes da Associação Universal de Esperanto

quinta-feira, 3 de março de 2011

Após o impacto causado pela notícia do fim dos programas em língua internacional da Rádio Polônia, a Associação Universal de Esperanto se vê às voltas com novas dificuldades. Segundo nota publicada no site da revista El Popola Ĉinio, dois dirigentes da entidade vêm enfrentando problemas de saúde. O presidente, o professor indiano Probal Daŝgupta, e o diretor-geral Osmo Büller, encontram-se hospitalizados. A matéria, no entanto, não dá pormenores do estado em que ambos se encontram. Apenas diz que Dasgupta está sendo substituído pela vice-presidente, a francesa Claude Nourmont.

Fonte: BEL

0 comentários:

 

Posts Comments

©2006-2010 ·TNB